quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Jorge Camargo - Amigo

Não sei se é por conta da idade.
À medida que o tempo avança, o nó na garganta aumenta.
A sensação de que um encontro esporádico pra colocar a conversa em dia não é mais suficiente só faz aumentar.
 
É preciso mais.
 
É preciso repartir a vida.
 
Com leveza, sim, mas com diligência.
Faz-se necessário o sentimento de que não estamos sós, que podemos contar com alguém no caminho.
 
Não sei se é por conta da maturidade.
Com o passar dos anos, o tapinha nas costas, a admiração pelo que você faz já não são o bastante pra justificar o que possa ser chamado de “amizade”.
 
Palavras belas às vezes são bálsamo.
Amizade sincera é ouro puro, sempre.
Não sei se é por conta da vontade....

 
Enquanto a vida avança, o anseio se renova.
 
Os amigos verdadeiros e raros são cada vez mais desejados.
 
Sei que isso soa como teimosia até.
 
Mas é assim que a vida ganha mais sentido e propósito.


Amizade Sincera (Renato Teixeira)
 
A amizade sincera é um santo remédio
É um abrigo seguro
É natural da amizade
O abraço, o aperto de mão, o sorriso
Por isso se for preciso
Conte comigo, amigo disponha
Lembre-se sempre que mesmo modesta
Minha casa será sempre sua
Amigo
Os verdadeiros amigos
Do peito, de fé
Os melhores amigos
Não trazem dentro da boca
Palavras fingidas ou falsas histórias
Sabem entender o silêncio
E manter a presença mesmo quando ausentes
Por isso mesmo apesar de tão raros
Não há nada melhor do que um grande amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba no seu e-mail informações de Presentia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...